Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

Para mudar a sociedade do jeito que a gente quer, participando sem medo de ser mulher!

Em cada passo, sob o sol quente da capital sergipana, faixas eram erguidas, tambores eram rufados e as vozes saiam do peito, como se dali não coubessem mais, por igualdade, pelo fim da violência contra a mulher e pelo seu protagonismo na sociedade, as mulheres de Sergipe marcharam.

Nesta quarta feira, dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Conselho Regional de Serviço Social – 18ª Região, engrossou as fileiras na luta pela igualdade entre homens e mulheres, representado por estudantes de serviço social e  assistentes sociais, fincadas no compromisso da garantia de direitos na sociedade.

O ato que teve início na Praça Santa Izabel, no Bairro Santo Antonio, percorrendo todo o centro de Aracaju, culminando com os discursos de todas as organizações que construíram a Marcha das Mulheres em Sergipe, na praça Fausto Cardoso,  se constituiu como um grande espaço de vocalização dos anseios das mulheres sergipanas, em todas as ruas, esquinas e avenidas, a população ouvia atenta o que se entoava nos cânticos e falas de cada voz feminina ali presente.

Reluzindo lilás, ecoando palavras de liberdade e respeito, as mulheres sergipanas, do campo e da cidade, trouxeram um tom de luta para a famosa comemoração do  8 de março.

“É comum recebermos, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, flores e homenagens. Queremos sim receber flores, contudo, mais do que flores, queremos mudar a realidade de diversas mulheres que sofrem com a desigualdade de gênero, para elas, essas flores aparecem sem vida, murchas, como a dura realidade que elas enfrentam no seu dia a dia de violência e exclusão”, relata Miraci Correia, Assistente Social e Professora de Serviço Social da Universidade Tiradentes.

Estudantes de Serviço Social - Bruna, Lana e Naisleine

Para as representantes do CRESS/SE, a atuação dos (as) Assistentes Sociais precisa incidir nas condições em que a sociedade se produz, nos seus processos de formação e deformação, onde as mulheres estão também inseridas.

“A nossa profissão se referencia pela busca e defesa dos direitos sociais, independente da condição social, raça ou gênero, portanto,  é importantíssimo estarmos presente nestes movimentos que tem por objetivo mostrar um processo de exclusão. Hoje marchamos com as mulheres, pelo princípio de gênero, pela melhoria da qualidade de vida dessas mulheres, por uma saúde pública e de qualidade voltada para as mulheres, pelo direito de decisão sobre o seu próprio corpo, pela defesa de um sistema de proteção para as mulheres em situação de violência, por uma vida digna e justa para as mulheres.” afirma Ana Paula Nascimento, vice-presidente do CRESS/SE.

Larissa Feitosa - Estudante de Serviço Social

A estudante de Serviço Social, Larissa Feitosa, define a importância da atuação do Serviço Social através da crítica ao modelo econômico e social vigente no país.

“Para o serviço social esse debate de gênero vai além das questões entre homem e mulher, nós entendemos que o problema da opressão está intimamente ligado ao sistema capitalista, é uma questão muito demarcada como advento da propriedade privada. Hoje é uma data simbólica, de luta que deve unir homens e mulheres para a superação de todas as formas de opressão” defende Larissa.

Ana Caroline Trindade - Cress/SE

A Marcha das Mulheres em Aracaju marcou mais um momento de diálogo com a sociedade sobre as principais pautas do movimento de mulheres, movimento que irá continuar e  o CRESS Sergipe, pela sua relação com as questões sociais,  fará parte de forma orgânica, na construção de uma sociedade justa e igualitária, entre homens e mulheres.

Gestão “Unir forças para avançar nas lutas”

Arquivos de publicações

Notícias recentes

Deixe uma resposta

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br