Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

A Semana do/a  Assistente Social 2019 foi encerrada nesta quinta-feira, 16, com oficinas temáticas. Objetivo foi  aprofundar o debate iniciado durante a Palestra Magna do evento, realizada no dia 15 de maio, cujo tema foi “Se cortam direitos, quem é preta e pobre sente primeiro”.

O conselheiro André Dória explica que as oficinas foram espaço de troca de experiências entre estudantes e profissionais sobre como enfrentar as expressões da questão social, sobretudo a exclusão e o racismo. “As oficinas buscaram trazer para o nosso campo sociocupacional o contexto de dificuldade que a população negra, principalmente as mulheres negras, enfrentam, sobretudo no atual cenário de retrocessos, cortes de políticas públicas e retirada de direitos sociais e trabalhistas, resultado do fortalecimento da lógica de estado mínimo”, apontou o conselheiro.

Além de André Dória, que ministrou a oficina “Desmonte do SUAS”, o evento contou com a participação do professor da UFS Roberto Lacerda, que abordou “Saúde da população Negra”; da delegada Meire Mansuet, que tratou do “Intolerância Religiosa e Estado Laico”; da Coordenadora de Políticas Educacionais para Diversidade – SEMED, Maíra Ielena Cerqueira Nascimento, que trabalhou sobre “Racismo na Escola: Como enfrentar”  e ainda da Professora do Departamento de Serviço Social da UFS, Tereza Cristina Santos Martins, que discutiu Racismo Institucional.

Felipe Pereira de Oliveira, assistente social que atua no CAPS Rogalício Vieira da Silva, no Bairro Parque dos Faróis em Nossa Senhora do Socorro, elogiou o CRESS Sergipe pela realização das oficinas e destacou que estes espaços de debate puderam esmiuçar melhor os temas. “Isso traz para nós profissionais um arcabouço maior de informações atuar em nossos locais de trabalho, tentando desmistificar algumas dificuldades e violências inerentes ao racismo”, avaliou.

André Dória destacou ainda que a escolha dos temas das oficinas permearam politicas extremamente importantes como saúde, assistência e educação, além do racismo religioso e institucional, que permeia diretamente a atuação do profissional do serviço social, enquanto agente público. Ele explica que as oficinas também foram espaço de estimular o enfrentamento de racismo institucional, que ainda permeiam a atuação nos serviços públicos.

Neste sentido, a estudante Vitória Luz, estudante de serviço social da UFS, conta que encontrou formas de refletir sobre esta intervenção e que se surpreendeu e se emocionou com a metodologia da mediadora da oficina em que estava inscrita, a professora Maíra Ielena Cerqueira.

“Nós conhecemos as expressões da questão social e conhecemos formas de atuar junto ao usuário, em qualquer que seja a política pública. Mas me surpreendi como uma simples dinâmica pôde nos remeter a várias formas de abordagem que podemos utilizar em nosso cotidiano profissional”, destacou, a estudante elogiando ainda a pluralidade das oficinas.

Já Felipe Oliveira aponta como alternativa para o enfrentamento ao racismo institucional o empoderamento dos usuários, partindo da compreensão de que eles são sujeitos de direitos. “Hoje tenho buscado trabalhar com a autonomia dos sujeitos, buscando munir os usuários com informações e esclarecimentos. Com isso, eles passam a se defender e se empoderar. Este e o caminho mais forte e seguro”, opinou.

Sobre a Semana do/a Assistente Social

Além das oficinas temáticas, a Semana do/a Assistente Social, contou com atividades culturais e palestras com Tereza Cristina Martins, Professora do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Sergipe (UFS), e Renato dos Santos Paula, Professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), no dia 15 de maio

 

 

Deixe uma resposta

Arquivos de publicações

Notícias recentes

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br