Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

CRESS/SE debate condições de trabalho com assistentes sociais do Hospital Universitário

IMG_0723

Representantes da direção do Conselho Regional de Serviço Social 18a. Região – Sergipe (CRESS/SE) foram até o Hospital Universitário (HU) nesta terça-feira, 22, para debater as condições de trabalho das assistentes sociais que atuam na instituição e escutar as demandas destes profissionais.

Estiveram presentes a presidente do CRESS/SE, Itanamara Guedes, as conselheiras Thainara Guimarães e Ingredi Palmieri e a agente fiscal do CRESS/SE, Lilian Silva. Representando a equipe do HU, participaram as assistentes sociais Andrea Mattos Dantas do Nascimento Cardial, Edilma da Trindade Costa, Almira Machado Andrade e Ana Carla Andrade Ribeiro.

Durante a reunião, as assistentes sociais apresentaram algumas atitudes adotadas por parte dos gestores do HU que ferem princípios éticos e técnicos do serviço social, a exemplo da autonomia. Uma das principais questões apontadas é a adoção do modelo de competências por parte da gestão do hospital.

O método adotado prevê um modelo de avaliação dos serviços que são individualizadas, constrangem o usuário e que tendem a responsabilizar os profissionais em detrimento da gestão como um todo. Uma das reivindicações das profissionais é de que os trabalhadores precisam construir, juntamente com a gestão do Hospital, os instrumentais de avaliação.

A estrutura física também foi apontada como um aspecto que precisa ser aperfeiçoado, uma vez que a sala onde são realizados os atendimentos é compartilhada com os outros profissionais da equipe técnica, não apresentando a privacidade necessária para o usuário.

“O CRESS/SE reafirma seu compromisso com os trabalhadores do serviço social do HU e se coloca à disposição para dar encaminhamento às lutas por condições de trabalho que estejam de acordo com os princípios éticos e técnicos da profissão, previstos no Código de Ética do Assistente Social”, destacou a presidente do conselho, Itanamara Guedes.

 Neste sentido, explica Itanamara, o CRESS irá elaborar um parecer técnico direcionado à gestão do HU apontando os aspectos em que o hospital fere a autonomia profissional dos assistentes sociais. Além disso, o CRESS/SE e as assistentes sociais do HU construirão coletivamente uma proposta de avaliação para apresentar a gestão se contrapondo o atual modelo adotado pela gerência do setor psicossocial, do qual  os profissionais do serviço social estão subordinados.

Campanha em defesa do CRESS/SE

IMG_0742

“A intensificação do combate à inadimplência foi uma decisão deliberada por unanimidade na última Assembleia Geral dos Assistentes Sociais, realizada em novembro deste ano. Atualmente, mais de 50% da categoria está inadimplente junto ao conselho”, explica Itanamara Guedes completando que além das ações educativas que já vem sendo desenvolvidas ao longo dos últimos anos pelo conselho, serão adotadas a partir de 2016 sanções administrativas para o conjunto dos assistentes sociais que estão inadimplentes.

Durante a visita, as assistentes sociais do HU mostraram seu apoio à campanha de combate à inadimplência do pagamento da anuidade do CRESS/SE. Com cartazes nas mãos, as profissionais garantiram que irão contribuir com a sensibilização dos profissionais que se encontram inadimplentes a fim de contribuir com a construção de um CRESS mais forte e ainda mais atuante.

Arquivos de publicações

Notícias recentes

Deixe uma resposta

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br