Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

IMG-20170601-WA0028A presidente do CRESS Sergipe, Edlaine Sena, foi até a cidade de Fortaleza para representar o conselho no V Seminário do Fórum Nacional dos Trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social. O evento aconteceu nos dias 1 e 2 de junho e contou com a presença de trabalhadores de todo o país.

Com o tema “Nenhum Direito a Menos no SUAS: Impactos do desmonte da Seguridade Social e a Construção coletiva da resistência”, o encontro debateu estratégias de intervenção do trabalhador do SUAS ante o processo de completa degradação da política de assistência social e de retrocessos na democracia e na garantia de direitos.

“O intuito foi socializar e aprofundar os debates no sentido de fortalecer o protagonismo e a ação política do trabalhador do SUAS, reforçando seu papel de agente de transformação social e de defesa dos direitos da população, ante ao cenário nefasto de aprofundamento do desmonte da política de Assistência Social que vivenciamos”, destacou a presidente do CRESS, Edlaine Sena, reforçando ainda o papel pedagógico que o profissional de Serviço Social desempenha em sua atuação junto ao usuário, sobretudo na política de assistência social.

Para além da intervenção no seu fazer profissional cotidiano, o Seminário discutiu a necessidade de aglutinação dos/as assistentes sociais no sentido de construir coletivamente estratégias de resistência a todos os retrocessos que o conjunto da classe trabalhadora e da população mais vulnerável tem sofrido.

O Seminário teve ainda o objetivo de aproximar os trabalhadores/as, discutir e organizar estratégias que subsidiem as diversas experiências e processos inerentes à sustentação da Política Nacional de Assistência Social.
Programação

A Palestra Magna do evento, “O desmonte da seguridade social brasileira e impactos no SUAS”, foi proferida pela Dra. Alba Pinho de Carvalho, da Universidade Federal do Ceará e pela Professora Ieda Castro, do Centro Universitário de Brasília (IESB).

Ainda no dia 1o. De junho, a segunda mesa de debates – “Benefícios, serviços, programas e projetos no SUAS: a (des)proteção social em questão” – foi conduzida pela Prof. Ms. Raquel Alvarenga (UNIPE/PB), trabalhadora do INSS e conselheira do Conselho Nacional do Idoso; pela a Prof. Dra. Evânia Maria Oliveira, docente da Faculdade Metropolitana de Fortaleza; e pela Prof. Dra. Irma Moroni, da Universidade Estadual do Ceará (UECE).
No segundo dia de evento, foram convidados estiveram presentes a Prof. Erlenia Sobral, da Universidade Estadual do Ceará; Solange Bueno, do FNTSUAS; e Solange Leite, do FETSUAS/PR para debater “Nenhum direito a menos: estratégias de resistência da classe trabalhadora”.

O seminário foi encerrado com a mesa “Terceirização e Gestão do Trabalho no SUAS”, com a presença do Prof. Ms. David Montenegro, sociólogo e docente do Instituto Federal do Ceará; Vera Lúcia Level, representante do Sindiprev e Joari Soares de Carvalho, do FETSUAS/SP.

Deixe uma resposta

Arquivos de publicações

Notícias recentes

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br