Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

 

Sergipe adere a agenda de manifestações nacionais, que tem como principal objetivo protestar contra a nomeação de ex-diretor de manicômio como Gerente de Saúde Metal do MS

 

fora valenciusProfissionais que atuam no campo da saúde mental, usuários da Rede de Atenção Psicossocial, militantes da luta antimanicomial e representantes de conselhos de classe, entidades e movimentos sociais, sindicais e associações, a exemplo da Associação de Usuários de Saúde Mental de Sergipe (AUSMES) realizam o ato público “LOUCOmotiva Sergipe”, em defesa da Saúde Mental em Sergipe. A atividade acontece no próximo dia 27, quarta-feira, a partir das 8h, na Praça General Valadão, no centro de Aracaju.

O ato público, que integra a programação do “(L)oucupa!”, uma série de atividades realizadas em todo o Brasil para manifestar indignação contra a nomeação de Valencius Wurch como Gerente Nacional de Saúde Metal do Ministério da Saúde pelo Ministro da Saúde Marcelo Castro. 

Na última quinta-feira, dia 14, centenas de militantes ocuparam o Ministério da Saúde, em Brasília, reivindicando a revogação da nomeação de Wurch, ex-diretor técnico do maior manicômio privado da América Latina, a Casa de Saúde Dr. Eiras de Paracambi, fechada em 2012 após sistemáticas denúncias de violações de direitos humanos. Dezenas de manifestantes já haviam ocupado a sala da Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério durante 21 dias. 

Além do ato público, o LOUCOmotiva Sergipe contará com um bloco carnavalesco, que realizará panfletagem e abordagem educativa dos foliões no bloco do Rasgadinho. A ideia é dialogar com a população acerca da necessidade de fortalecimento das políticas de Saúde Mental diante dos desafios apresentados.
Ainda como parte da campanha contra os possíveis retrocessos no cuidado ofertado aos usuários com transtorno mental e/ou com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, será apresentada uma carta aberta elaborada e aprovado durante o Encontro de Usuários da Saúde Mental de Sergipe. O evento foi realizado em em dezembro do ano passado, em Aracaju, pela Associação de Usuários de Saúde Mental de Sergipe (AUSMSE), uma das entidades que articulam o ato público desta terça-feira. O documento será divulgado para que organizações sociais, sindicatos, conselhos de classe, associações, conselhos de saúde e outras entidades possam subscrever, como forma de manifestar seu apoio à causa.

Diléa Lucas de Carvalho, assistente social do CAPS do município de Boquim e conselheira do CRESS/SE que integra o movimento, lembra que o Conjunto CFESS-CRESS tem um compromisso histórico com a luta pela reforma psiquiátrica e com movimento antimanicomial, sempre numa perspectiva de ampliar a autonomia e os direitos dos usuários da política de saúde mental.

O Código de Ética do Assistente Social é balizado pela defesa intransigente dos Direitos Humanos e pela necessidade de ações que oportunizem o desenvolvimento da autonomia, dos direitos e da cidadania dos usuários da política de saúde mental. Por isso é tão importante que nós, assistentes sociais, nos mobilizemos para participar deste ato. Não podemos aceitar nenhum passo atrás na condução da Política de Saúde Mental no Ministério da Saúde”, destacou Diléa.

Apoios

Diversas entidades e movimentos sociais de todo o Brasil vêm se pronunciando contra a nomeação do ex-diretor de manicômio para gestão da política de saúde mental no país. Entre as entidades que escreveram notas de repúdio ao ocorrido estão a Associação Brasileira de Saúde Mental, O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES), a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) Federação Nacional dos Psicólogos (Fenapsi), Fundação Fiocruz, Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre drogas (ABRAMD), Associação Juízes para a Democracia, Escola Brasileira de Psicanálise e o Lisbon Institute of Global Mental Health. Dezenas de sindicatos, federações, movimentos, universidades, Fórum de Trabalhadores e trabalhadoras, entidades estudantis, e outras instituições também manifestaram seu apoio ao movimento. O CFESS também já havia se manifestado sobre a nomeação desde 18 de dezembro do ano passado, por meio de nota.

 

#‎foravalencius‬
‪#‎manicomionuncamais‬
‪#‎saudemental‬

 

Deixe uma resposta

Arquivos de publicações

Notícias recentes

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br