Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

02 As galerias da Câmara de Vereadores de Aracaju ficaram lotadas de profissionais e estudantes de serviço social, na manhã desta quarta-feira, 11, que foram acompanhar a primeira atividade da Semana do/a Assistente Social 2016. O evento segue acontecendo até a próxima sexta-feira, 13.

A conselheira do CRESS/SE Clara Bezerra, ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Vereadores para abordar “A atuação do Assistente Social nas políticas públicas em Aracaju”, durante o projeto Tribuna Livre. A participação só foi possível graças ao requerimento apresentado à CMA pelo vereador Iran Barbosa (PT).

Em sua palestra, Clara Bezerra apontou que a profissão do assistente social é forjada nas políticas públicas, destacou as condições precárias de trabalho a que estão submetidos os profissionais e reforçou o aspecto de luta coletiva da categoria. “Nós entendemos a importância de uma profissão que se compreende enquanto categoria profissional”, destacou.

03

A garantia das condições de trabalho para os assistentes sociais ajudam a garantir a qualidade do atendimento prestado pelo profissional do serviço social à população. Defendemos nossos espaços nas políticas sociais, pois é nelas que se configura o nível de compromisso de uma nação com seu povo”, defendeu a conselheira.

Neste sentido, a conselheira do CRESS/SE cobrou condições dignas de trabalho para a categoria, com espaços adequados e que apresentem condições minimas de atendimento. Salas individuais, privacidade para garantir o sigilo profissional são alguns dos aspectos apontados por ela como necessidades recorrentes nos espaços de trabalho dos/as assistentes sociais em Aracaju.

Outro pleito da categoria defendido por Clara Bezerra com vistas a garantir a melhoria dos serviços prestados à população foi a ampliação do quadro de assistentes sociais no serviço público por meio de concurso público. “Quando pedimos concurso público é porque é necessário o compromisso com o desenvolvimento da sociedade”, afirmou. Ela defendeu ainda que o concurso garante também a liberdade de atuação profissional. “Jamais se pode atender com liberdade profissional quando esse espaço é político, ideológico”, argumentou.

A conselheira defendeu ainda a inserção do profissional de serviço social na rede pública de educação, como garante o Projeto de Lei 60/2007, que tramita no Congresso Nacional. “Nós, assistentes sociais precisamos ocupar a educação. Entendemos que a política pública de educação é tao importante quanto a de saúde, da assistência e da habitação, mas é no processo de educação que a criança tem oportunidades de conhecer e escolher”, justificou.

O vereador Iran Barbosa rememorou a luta travada por ele para garantir que o gestor público da pasta da assistência social seja profissional da área e denunciou a redução de investimentos na área “Assistimos, ano após ano, o executivo municipal encaminhar o orçamento para esta Casa com redução de investimentos em áreas essenciais para a população”, lamentou.

Quem controla o poder tem ranço de tratar de forma adequada as questões e os interesses da população vulnerável. Por isso, talvez a missão de vocês seja tão difícil de ser cumprida e as condições de trabalho sejam tão aviltantes. A lógica é dar ao pobre escola pobre, saúde pobre, e aos assistentes sociais pobreza de condições de desenvolver o trabalho necessário”, resumiu o parlamentar.

A vereadora Lucimara Passos chamou de desrespeitosa a forma como os assistentes sociais são tratados pela gestão municipal e criticou a restruturação da gestão de Aracaju que transformou a Secretaria Municipal de Assistência Social em Secretaria Municipal da Família. “Não foi só uma mudança de nome. Essa alteração revelou o esvaziamento das políticas, revelou minimizar e reduzir o controle social”, lamentou.

Além de Iran Barbosa e Lucimara Passos, outros parlamentares municipais parabenizaram a passagem do Dia do/a Assistente Social e saudaram os profissionais e estudantes que acompanhavam a sessão plenária, a exemplo dos vereadores Dr. Emerson (Rede), Emanuel Nascimento (PT), Anderson de Tuca (PRTB), e Valdir dos Santos (PT do B).

Sobre a Semana do Assistente Social

A Semana do/a Assistente Social marca a passagem do Dia do Assistente Social, comemorado em todo o país no dia 15 de maio. A atividade é promovida anualmente pelo CRESS/SE e integra uma série de ações realizadas em todo o país pelos Conselhos Regionais e Federal de Serviço Social. Com o tema “80 anos do Serviço Social”, este ano o evento resgata a história do Serviço Social no Brasil e em Sergipe, destacando o papel do profissional da área nas principais lutas travadas ao longo das oito últimas décadas no país e nos últimos 62 anos no Estado.

A programação do evento inclui, além da sessão na Câmara de Vereadores de Aracaju, um ato público, palestra no grande expediente da Assembleia Legislativa de Sergipe, palestras com Maria Carmelita Yasbek e Maria da Conceição Vasconcelos Gonçalves, além do lançamento de um curta-documentário que resgata a história do CRESS Sergipe.

Arquivos de publicações

Notícias recentes

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br