Atendimento

segunda à sexta – das 7h às 13h

moradiaO Conselho Regional de Serviço Social 18a. Região – CRESS Sergipe vem, por meio desta nota, manifestar seu repúdio à violência física e moral empregada pela Guarda Municipal de Aracaju contra as famílias que ocuparam a sede da Prefeitura Municipal de Aracaju, na última terça-feira, 24. As famílias vivem na ocupação “Nasce a Esperança”, localizada no Bairro Santa Maria, Zona de Expansão de AracajuEles reivindicavam auxílio moradia e protestavam contra o despejo das famílias da área onde vivem no Santa Maria.

A truculência da Prefeitura de Aracaju na desocupação foi intensa. A Guarda Municipal utilizou cassetetes e disparou spray de pimenta contra manifestantes, inclusive crianças, chegando a atingir os olhos de um bebê de pouco mais de um anoAs lideranças do movimento chegaram a ser impedidas de manter contato com a imprensa, além e ter sido proibida a entrada de alimentos e bebidas para as famílias ocupadas na PMA por algumas horas, com o intuito de enfraquecer o movimento.

Mais que a falta de prioridade dada à política de moradia por parte da Prefeitura Municipal de Aracaju, o episódio revela a abordagem dada por esta prefeitura aos movimentos sociais e populares, tratando-os com como caso de polícia, por meio de uma Guarda Municipal militarizada e armada contra a população pobre, já oprimida cotidianamente e constantemente criminalizada.

Diante da brutalidade da reação da Prefeitura Municipal de Aracaju ante à resistência da população mais oprimida, o CRESS Sergipe reitera seu compromisso com a garanta os direitos humanos e sociais e vem a público afirmar que a luta pelo acesso à moradia digna não pode ser tratadcomo uma questão de polícia, mas como direito social previsto na Constituição Federal e que, portanto, deve ser garantido pelo Estado em todas as suas instâncias: federal, estadual e municipal.

Nós, assistentes sociais, na condição de trabalhadores que atuam diretamente com a população mais vulnerável, inclusive a população sem teto, reafirmamos a necessidade do fortalecimento da política de seguridade social no país, com vistas a inserir em outras políticas públicas que ajudem a garantir sua dignidade os cidadãos e cidadãs que tiveram e/ou têm seu direito à moradia violado.

 

 

Arquivos de publicações

Notícias recentes

CRESS-SE

Contatos

(79) 3211-4991 ou (79) 3214-3487
Atendimento: segunda à sexta – das 7h às 13h

INSCRIÇÕES E REGISTROS:
E-mail: cressse18@gmail.com

TESOURARIA / ADMINISTRATIVO:
Tel.: (79) 3025-1132
E-mail: tesouraria.cress.se@gmail.com

FISCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO (COFI)
E-mails: fiscalizacao@cress-se.org.br ou fiscalizacao2@cress-se.org.br

OUVIDORIA:
ouvidoria.cressse@gmail.com

COORDENAÇÃO:
cress-se@cress-se.org.br